Bianca Franzini: “Desenvolver uma receita que não me agrade é difícil para mim”

Já na faculdade ela gostava muito do processo de fabricação de cerveja. Formada em Engenharia de Alimentos, pela USP, em 2006, foi à luta por um trabalho. A jovem paulista de Santos, hoje com 30 anos, entrou na Ambev em 2007, onde “acabou entendendo um pouco esse mundo”. Lá ficou três anos, entre treinamento e trabalho. Era tudo o que ela buscava, unir uma oportunidade profissional com o que ela gostava de fazer, cerveja.

Quer ler a entrevista na íntegra? Adquira já a sua Edição #15!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*